Um pouco de tudo que há de melhor por aí...e, por aí vai.

Páginas

Pesquisar este blog

Postagens

Escreva alguma coisa

sábado, 30 de julho de 2011

[Revoltante] Garotos ateiam fogo em cãozinho (Update)

Houve um tempo em que o homem era apenas um subordinado da natureza, apenas mais uma espécie no mundo. Com algumas diferenças – um movimento-pinça ali, uma postura ereta aquialgo deu errado: o homem evoluiu. Passou a ter poder sobre coisas que anteriormente temia, passou a utilizar coisas que anteriormente não lhe pertencia. Como num piscar de olhos, o homem estava no topo da hierarquia animal. Aí começou a merda… As maiores desgraças mundanas, apartir disso, passou a vir de um autor comum: o homem.

Hoje, digo com todas as palavras para QUALQUER PAPA QUE SEJA: O HOMEM É O MAIOR FILHO DA PUTA DESSE MUNDO MALDITO!
Sabe o que é ficar sem palavras ao ver um vídeo? Sentir vergonha de ser da mesma espécie desses desgraçados?! PORRA!

Uns merdas de garotos dos infernos, atearam fogo, num pobre cãozinho! Não consigo imaginar a pior tortura que seja para uns desgraçados desses (e dos putos que geraram tais aberrações) . Veja o vídeo, e fique sem palavras, como estou agora!

Atenção: ALTAMENTE CHOCANTE – Se você não suporta ver seus “irmãos” maltratarem pobres animais, fique longe desse vídeo!


video

Mesmo que o criminoso seja o outro, a indiferença nos torna coniventes, e coniventes somos cúmplices do mesmo crime...

Garotos ateam fogo em pobre Cãozinho

Garotos ateam fogo em pobre Cãozinho

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Best of All: Adeus às ilusões.por Gilberto Alves, quarta, 27 de...

Best of All: Adeus às ilusões.por Gilberto Alves, quarta, 27 de...: "Adeus às ilusões. por Gilberto Alves , quarta, 27 de julho de 2011 às 06:31 Sinto muito que as pessoas usem sua formação e seu status na soc..."

Adeus às ilusões.

por Gilberto Alves, quarta, 27 de julho de 2011 às 06:31

Sinto muito que as pessoas usem sua formação e seu status na sociedade para tentar se impor como detentores de uma verdade...

mas daí pergunto: qual verdade? a verdade parte de qual premissa... o conhecimento?... o poder aquisitivo?... a formação acadêmica?... a vivência?, ou a ausência dos vícios decorrentes dela?

... quem está certo?... quem pode afirmar, que este ou aquele está errado?... quem pode afirmar que o conhecimento dos que já atingiram a maturidade, não serve para alertar a juventude?

... mas, por outro lado, quem disse que a inocência do jovem não pode resgatar a pureza e a simplicidade nos espíritos envelhecidos?

... quem pode me esclarecer acerca disso tudo?

... você?

...com que certeza de que o caminho que você percorreu foi o adequado, o acertado?

...quem pode julgar suas decisoes... à não ser o peso que as próprias acarretem sobre sua vida... Eu?

eu é que não fui feito para julgar... meu papel, nesse mundo, no máximo é de um observador... por que meu tempo de intervenção já passou,... agora eu apenas observo, e acompanho.... e torço... para que cada um, receba o correspondente à proporção de sua coragem em se arriscar... mesmo que não seja por sí próprio... mas por defender o que é justo e precioso à todos.

Basta de presunçao e hipocrisia.

Gilberto Alves - 17/07/2011 - Cronicas de uma coreografia dançada em solo.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

AMMY WINEHOUSE < JANIS JOPLIN

AMMY WINEHOUSE < JANIS JOPLIN

por Gilberto Alves, sábado, 23 de julho de 2011 às 19:39

Uma frase de Janis Joplin que serve perfeitamente para sintetizar a vida de Ammy Winehouse:

"Posso não durar tanto quanto as outras cantoras, mas sei que posso destruir-me agora se me preocupar demais com o amanhã".

Texto de Clive Davis , no Album duplo póstumo "Joplin In Concert" 1971

TEXTO SOBRE JANIS JOPLIN QUE SERVIRIA MUITO BEM PARA DESCREVER AMMY WINEHOUSE.

por Gilberto Alves, sábado, 23 de julho de 2011 às 21:29

Janis Joplin literalmente nasceu para o mundo, aparecendo pela primeira vez no Monterey Pop Festival, no verão de 1967.

Ela era, então, apenas uma desconhecida, à quem estava sendo dada a oportunidade de se apresentar no mesmo palco com os grandes ídolos do mundo do Pop Rock da época. Janis instintivamente sentiu que aquele era o seu momento, porque nunca mais viria a ser tão vibrante, elétrica ou mais triunfante.

Vê-la pela primeira vez foi uma experiência inesquecível.

Sua voz rascante, dilacerava tanto seu próprio corpo e as notas de sua música, algo violento e indescritível que brotava furiosamente em seu interior e assaltava a plateia levando-a ao delírio e fazendo vibrar cada nervo.

Sua energia primal e elétrica era absolutamente incrível, estonteante mesmo.

De Monterey, como um meteoro, Janis disparou numa explosão para tornar-se um fenômeno mundial.

Com uma imagem exterior que, num primeiro olhar chegava a ser agressivo e selvagem, uma força incontrolavel, que parecia vir das entranhas da terra, num segundo, num sutil lance quase imperceptível, transformava-se num ego, vulnerável, sensível e essas duas forças antagônicas, ambas brilhando, gritando, lutando e interagindo o tempo todo, uma alimentava a outra.

"Piece of My Heart" e "Summertime" - "Ball and Chain" e "Me and Bobby McGee" - cada uma apresentava uma faceta diferente de uma joia rara, uma intérprete tremendamente única e assim como era única cada nota que saia de sua garganta poderosa.

Janis viveu como uma chama ao vento - sempre na maior intensidade. O que alimentava sua chama, é claro, era o seu talento brilhante, não uma coisa placida, que pudesse ser medida, dimensionada, analisada; mas uma coisa viva, incontrolávelmente visível e audível na execução.

Não, ela não era um um talento tranquilo, mas um poder robusto, sólido, vigoroso e admirável, uma explosão de criatividade.

Ela honrou esse talento e alimentou-o até cada _ última _ gota de energia física e emocional de que dispunha.

O resultado disso tudo, o efeito, é inegável - uma força tão devastadora que arrastava sua alma a uma tensão suprema, à fadiga, exaurindo sua resistência, até os limites da capacidade humana.

Mas ela era humana, um ser humano; dotado de um talento inegavel, é verdade, também é verdade que ela poderia ter vivido mais. Mas também é verdade que, talvez sua chama tivesse se apagado com menos intensidade, de forma menos incendiária.

O vento em que ela cantou foi o vento dos anos 60, uma década sem precedentes em termos de gritos e lutas por liberdade, uma década marcada por uma juventude em busca de um mundo que não se resumisse à guerra e ao consumismo.

Osventos daqueles tempos foi um vento que soprou para longe teias de aranha e preconceitos aos milhares, mas também, foi terrivelmente cruel para aqueles que ficaram expostos e não tentaram se esconder.

Janis cantou no olho do furacão.

Ela não se limitou a "cantar" uma música - ela à devastava, rasgando-a, dilacerando-a, e sua alma explodindo no próprio cantar. E súbitamente, num inexperado momento, no momento certo, ela se tornava incrivelmente suave, acariciando cada palavra, cada nota, com uma ternura e suavidade que causavam uma catarse coletiva.

A energia de uma vida inteira, Janis colocou em poucos anos. Janis "ao vivo" poderia cantar desafiando soberba o pior vendaval. Ou começar tudo de novo se a tempestade se transformasse, inesperadamente numa lágrima, num silêncio.

Os registros, gravações destes momentos extremos de suas performances são seu testamento. Ao ouvi-los agora, eles não inspiram apenas admiração ou simples aplausos simples; mas... pasmo, literalmente um choque.

Ninguém consegue ficar indiferente ou mesmo impressionado pelo fato de que um ser humano - sim, extremamente dotado e talentoso, mas ainda assim um pequeno e frágil ser humano uma mulher - pudesse dar tanto.

CLIVE DAVIS - PRESIDENTE DA COLUMBIA RECORDS, NO ENCARTE DO ALBUM PÓSTUMO "JOPLIN IN CONCERT" ATÉ HOJE UM DOS CINCO DISCOS MAIS VENDIDOS DO PLANETA E O SEGUNDO ALBUM DUPLO MAIS VENDIDO.

"Há um fogo dentro de cada um de nós

é melhor você se queimar, fazer uso dele agora

Eu tenho que sustentar essa chama viva , yeah

É melhor eu mante-la acesa enquanto eu puder...

enquanto ela ainda arde... pois não sei se amanhã

não será o dia em que eu vá morrer,,,"

JANIS JOPLIN - Durante concerto ao vivo em Calgary, Canada, uma semana antes de sua morte à 4 de outubro de 1970 num quarto de hotel em Holliwood, onde estava gravando "PEARL" seu último album, cuja faixa incompleta (sem sua voz), tornou-se seu perfeito epitáfio.

BURRIED ALIVE IN THE BLUES (Enterrada viva nos Blues)

AMIGO É...

AMIGO É...

por Gilberto Alves, segunda, 25 de julho de 2011 às 02:13

Amigo... é...

desenvolvido a partir do post de Valeria Vallim Coutinho, Facebook, segunda, 25 de julho de 2011 às 01:26

Amigo é quem te dá um pedacinho de chão, quando é de terra firme que precisas,

ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta.

Amigo é mais que ombro amigo ou 75% de ti, é mão estendida,

mente aberta, coração pulsante, costas largas...

Amigo é aquele que adimira sinceramente o que você tentou e fez, não julga nem censura suas escolhas

e não tem o egoísmo de querer impor sua razão, de não querer compartilhar o que aprendeu, e não tem medo de lhe pedir perdão, por orgulho.

Amigo é aquele que cede e não espera retorno, porque sabe que o ato de compartilhar um momento é melhor do que o de receber.

Amigo é aquele que compreende o teu cansaço, naõ cobra sua constante presença,

e pacientemente aceita a tua reticência, um amigo acredita em você, por que o ama de verdade.

Amigo é aquele que entende o teu desejo de voar, de desistir devagar,

a tua angústia pela compreensão dos acontecimentos, a tua sede pelo "por vir"...

É simultaneamente o espelho que te reflete e a parede que te protege.

É quem ao invés de se enfurecer com o teu erro, é capar de enxergar a dor que te aflige, e assim,

querer tanto o teu bem que desvela os teus olhos para que possas compreender que a perfeição é utopia.

E por isso mesmo jamais te cobra a perfeição. porque toda perfeição, unanimidade

e razão sem emoção... é burra...

É o sol que seca tuas lágrimas, é a polpa que adoçica ainda mais o teu sorriso, é a árvore sagrada que te oferece o conhecimento e o fruto do amor, sem que isso seja uma tentação ou um pecado.

Amigo é aquele que toca na tuas feridas para te ajudar, exulta com tuas vitórias, faz piada para amenizar teus problemas... É quem tem medo, dor, náusea, cólica, gozo tal como tu...

É quem sabe que viver é algo doloroso, doce, amargo e impresivível,

e que só tem sentido se produzir ricas histórias para conpartilhar depois.

Amigo é aquele que é capaz de viajar na narrativa de suas lembranças, sem ponderar com a razão ou o preconceito, mas ouvindo com atenção e se envolvendo de coração.

Amigo é quem sorri para ti sem motivo aparente, é quem sofre com teu sofrimento...

Amigo é aquele que é capaz de presumir por instinto de amor, aquilo que precisas e que tu nem sabias que procuravas.

Amigo é aquele que te escreve pequenos bilhetes tolos, ousados, sacanas, brincalhões, nas salas de aulas ou mensagens eletrónicas divertidas, instigantes e emocionadas... sem ter medo do julgamento alheio, e te permitindo participar da brincadeira.

É aquele que te ouve ao telefone com o mesmo prazer e atenção que teria se tivesse a olhar para os teus olhos, ou para o seu próprio espellho, pois muitas vezes para um verdadeiro amigo a tua imagem reflete a dele.

Amigo é aquele que percebe num simples olhar os teus anseios, os teus disfarces, a tua alegria, mas também o teu medo, as tuas incertezas, as tuas fraquezas...

É aquele que aguarda paciente por ti e se entusiasma quando vê que conseguiu produzir de novo aquele brilho no teu olhar... apenas por dizer que te ama.

Amigo é aquele que te diz "eu te amo" sem qualquer medo de má interpretação... de julgamentos tacanhos, sem medo de que alguém condene sua abnegada relação.

Amigo é pra sempre, mesmo que o sempre não exista... "

Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=13674#ixzz1T5UjNM7o

Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Amigo é aquele que não te julga, condena, pressupõe, inventa verdades para te inpingir como tuas... não põe palavras em tua boca, não te denuncia, não te rotula... não duvida de teu amor... pois quando um amigo lhe diz "porque você não me conta a verdade? _seja por qual for o motivo este amigo, não te ama realmente, porque quem ama confia"

AMIGO NÃO IMPÕE CONDIÇÕES PARA SÊ-LO, O VERDADEIRO AMIGO SIMPLESMENTE O É.

CIGANA

por Gilberto Alves, segunda, 25 de julho de 2011 às 14:03

Texto desenvolvido em posts a partir de uma citação Do mural de Kecia Ostara


"Proibida de esquecer ...

com medo de lembrar.....

essa eh uma situaçao limite!"

Na qual todos nós cedo ou tarde nos colocamos.

E fica difícil encontrar o equilíbrio entre estes dois paradigmas!

O ideal seria: já que não se pode esquecer...

que tudo se torne apenas uma lembrança tênue,

incapaz de nos ferir novamente.

E uma vez encontrado o equilibrio desejado.

Que a bandida assome e arraze o quarteirão;

porque o mundo está precisando cada vez mais de bandidas...

com seus demonios à flôr da pele,

do que santinhas de pau-oco. liberem as loucas... já.

Libertem todas as ciganas de baton vermelho e beijo mordido...

e que seus seios túrgidos afrontem os moralistas de plantão,

à cada volta ou meneio de suas coxas fartas e seus quadrizes requebrantes,

movendo como pássaros os babados de suas sáias de bolero.

O mundo precisa de almas desafiadoras e não de virgens envelhecidas...

elas que se tranquem nas clausuras dos conventos.

Gilberto Alves - 25/07/2011 - Crônicas de uma coreografia dançada em solo.

Dizer que ama e não correr e desafiar os riscos que esse amor acarreta, não passa de um discurso vazio jogado ao vento!

por Gilberto Alves, segunda, 25 de julho de 2011 às 14:33

Porque será que quando falamos sobre nossa formação,

o quanto vivemos, damos a impressão de estarmos nos exibindo,

porque as pessoas, simplesmente, não tomam isso como um ato de amor,

uma entrega.

Algo que, por confiança e genuína estima, queremos com elas compartilhar...

porque as pessoas tendem a querer materializar em nossas almas,

imprimir em nossos espíritos, seus próprios medos, inseguranças e preconceitos;

Porque não podem simplesmente assumir. verdadeiramente,

em suas mentes e em suas almas que nos amam?

Eu respondo:

Quem realmente nos ama assume-nos e nos defende

dos ataques dos que simplesmente nos destratam por seus medos e covardia;

Porque se assim não o fazem,

é porque seu amor não vem reforçado pela verdade de sua alma,

sua declaração de amor não passa de um discurso ensaiado patético e vazio.

Quem gosta realmente de mim não tem vergonha desse amor.

GILBERTO ALVES - 15/07/2011 - Crônicas de uma coreografia dançada em solo.

COMO SEMEAR O MEDO.

por Gilberto Alves, segunda, 25 de julho de 2011 às 13:08

Agora tenho medo até de retribuir cutucadas sob o risco de qualquer ato meu ser considerado uma afronta pornográfica, conseguiram plantar um medo em minha alma que eu não conhecia... e assim se controlam os espíritos libertários. Se adiciono amigas mulheres, sou depravado, se adiciono amigos homens sou viado, se digo palavras carinhosas para mulheres sou fake, ou estou cometendo spam. se faço um carinho nos meus amigos sou um viado enrustido. e assim vai se consolidando a falsa moral das velhas virgens. (Medo, Gloriosas Janis e Ammy que causaram, brilharam e partiram cedo, deixando para trás não só saudade, mas também toda a sanha dos que adoram disseminar o medo). Não será um vírus maligno que exterminará a humanidade, a humanidade se extinguirá pela burrice resultante de sua covardia, e de seu próprio medo.

Como alguém que ao se sentir afogado, sufocado luta desesperadamente se agarrar à alguma verdade, mas tudo que encontra é a negação e o medo...Triste

E precisa dizer mais alguma coisa?
Sou assim mesmo, meu senso prático (que me faz sofrer muito diga-se de passagem!) é que me faz tomar determinadas atitudes...Você quer? Bem...Você não quer? Amém...Eu é que não ficar arrumando argumentos, procurando preencher vazios que não existem e nem ficar remoendo histórias que nem começaram..."IHATEthis!"

Epitáfio para Ammy Winehouse

VERSOS ÍNTIMOS (Augusto dos Anjos) Epitáfio para Ammy Winehouse

por Gilberto Alves, segunda, 25 de julho de 2011 às 17:09

VERSOS ÍNTIMOS

Vês! Ninguém assistiu ao formidável

Enterro de tua última quimera.

Somente a Ingratidão – esta pantera –

Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!

O Homem, que, nesta terra miserável,

Mora entre feras, sente inevitável

Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!

O beijo, amigo, é a véspera do escarro,

A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,

Apedreja essa mão vil que te afaga,

Escarra nessa boca que te beija!

Augusto dos Anjos (Arranca a Máscara Ótima de Seda de tua Face)

" Nós apenas dissemos adeus nas palavras

Eu já morri... uma centena de vezes

Você volta para sua vida medíocre...

E eu volto ao meu luto...

Nós apenas dissemos adeus nas palavras

Eu morri uma centena de vezes

Você volta sempre para sua vidinha...

E eu volto... sempre...

Ao meu próprio luto..."

Back to Black (Music and Lyrics by Ammy Winehouse - R.I.P)

domingo, 17 de julho de 2011

LIÇÃO DE AMOR AO PRÓXIMO, MESMO QUE SEJA DIFERENTE


[]



Num Zoológico na Califórnia essa Tigresa deu cria a 3 tigrinhos que infelizmente não resistiram as complicações da gravidez e morreram logo após o nascimento.
A Mãe-Tigresa depois de se recuperar do parto, começou a piorar seu estado de saúde, mesmo que fisicamente

ela estivesse bem.
Os veterinários sentiram que a perda da cria causou uma profunda depressão na tigresa.
Os médicos decidiram que se a tigresa adotasse a cria

de uma outra mãe, talvez melhoraria.
Após checar com vários zoológicos pelo país,
tiveram a triste noticia de que não havia nenhuma cria de órfãos tigrinhos na mesma idade para levar para a mãe tigresa.

Os veterinários então decidiram tentar algo que nunca teria sido tentado antes em um zoológico.
Às vezes a mãe de uma espécie cuida dos filhotes de

uma diferente espécie.
Os únicos órfãos que puderam ser encontrados rapidamente foram as crias de uma porquinha.
Os funcionários do Zoológico e os veterinários
revestiram os porquinhos em pele de tigre e colocaram

os bichinhos ao redor da mãe tigre.
Eles virariam a cria da tigresa ou lombinho???
Dê uma olhada... você não vai acreditar nos seus olhos!

[]
[]
[]

AGORA POR FAVOR, ME DIGA MAIS UMA VEZ:

POR QUE O RESTO DO MUNDO NÃO PODE SE

DAR BEM???PORQUE O HOMEM INSISTE EM VIOLENTAR AQUELES QUE, À SUA MESQUINHA VISÃO DE SUPERIORIDADE LHES PARECEM ESTRANHOS OU FORA DE UMA ORDEM TACANHA E PRECONCEITUOSA, ESTABELECIDA EM SUAS CABEÇAS PRIMÁRIAS E SUA OBTUSA VISÃO DE UM MUNDO, PORQUE? A DIVERSIDADE HUMANA ASSUSTA TANTO OS HOMÓFOBOS, OS RACISTAS, OS XIITAS RELIGIOSOS, OS INSEGUROS?

DE QUE LHES SERVIRIA UM MUNDO DE IGUAIS? NÃO PERCEBEM QUE OS PARÂMETROS QUE LEVAM A HUMANIDADE A CRESCEREM NO PATAMAR EVOLUTIVO PASSA POR UMA CONDIÇÃO ABSOLUTAMENTE IMPRESCINDÍVEL, ASSIM COMO AS CASTAS SE EXTINGUEM PELOS CASAMENTOS UNIFAMILIARES, QUE VÃO DIZIMANDO AS ESPÉCIES POR SEU ENFRAQUECIMENTO SANGUÍNEO (EGITO: REIS CASAVAM COM SUAS IRMÃS) INDIA (CASTA DE MARAJÁS CASAVAM COM SUAS IRMÃS) OS ARIANOS (COM SEUS CASAMENTOS E CÓPULAS ENTRE IRMÃOS PARA MANTER A RAÇA PURA); ESSE FATOR ESTÁ GENÉTICAMENTE COMPROVADO, CIENTIFICAMENTE CORROBORADO, A RAÇA HUMANA SÓ SE EXPANDIU PORQUE: POR MEIOS TORTOS: COLONIALISMO, ESCRAVIDÃO; E OUTROS MEIOS NÃO MUITO CIENTÍFICOS ACABOU POR SE MISCIGENAR, E PRODUZINDO UMA VARIEDADE ABSOLUTA DE TIPOS, GÊNEROS, RAÇAS E NAÇÕES, UM EXEMPLO CLARO DO ENRIQUECIMENTO RESULTANTE DA MISCIGENAÇÃO ENTRE AS RAÇAS, É O MARAVILHOSO E BELO POVO QUE FORMAM AS NAÇÕES ILHOAS DA INDONÉSIA, POLINÉSIA, QUE NADA MAIS SÃO QUE O RESULTADO DA FUSÃO DE RAÇAS ASIÁTICAS COM ABORIGENES DE ORIGEM CRIOULA.


E MAIS UMA COISINHA:
COMO PODE ALGUÉM SE OUTORGAR O DIREITO, DE JULGAR, CONDENAR E MATAR OUTRO SER HUMANO COM SUAS PRÓPRIAS MÃOS, APENAS PORQUE ESSE LHE PARECEU FORA DE SEUS PADRÕES ESTUPIDOS, DE ESTÉTICA, FALSA MORALIDADE E PRÉ-CONCEITOS TACANHOS?!

BASTA! SOMOS TODOS A MESMA ESPÉCIE E TEMOS TODOS UMA OBRIGAÇÃO, MAIS DO QUE UMA RESPONSÁBILIDADE, EM MANTER VIVA E EM HARMONIA A RAÇA HUMANA, NÃO PODEMOS NOS EXTINGUIR NA BUSCA DE UMA IGUALDADE BURRA, TEMOS DE NOS EXPANDIR CADA VEZ MAIS PARA A DIVERSIDADE EXTREMA, POIS NÃO SABEMOS, NÃO PODEMOS PREVER QUAL O PASSO SEGUINTE QUE A IMPREVISÍVEL MÃE NATUREZA DARÁ, EM SEU AVANÇO ININTERRUPTO, E QUE NOS SURPREENDERÁ À TODOS,

ENTÃO DIGO, CHEGA DE MATARMOS NOSSOS IGUAIS, BUSQUEMOS UMA FORMA DE CONVIVER EM PAZ PRESERVANDO O QUE NOS É FUNDAMENTAL A VIDA HUMANA E NOSSO HABITAT, O PLANETA AINDA SUPORTA E SUPORTARÁ MAIS AINDA E DURARÁ MAIS PARA NOSSO SUSTENTO SE CONSEGUIRMOS, NOS RESPEITAR MUTUAMENTE, SEJA POR GENERO, OPÇÕES SEXUAIS, COR DE PELE, ORIGEM DE ESTIRPE.

O QUE NÃO PODEMOS É VALIDAR O QUE SE PRENUNCIA NAS PREVISÕES PARA O NOSSO FUTURO, O NOSSO EXTERMÍNIO CAUSADO POR NOSSA PROPRIA BURRICE, PELO ÓDIO.

GILBERTO GALDINO ALVES

HTTP://BESTOLFALLMASTERGIL.BLOGSPOT.COM


sábado, 16 de julho de 2011

Cazuza - Cobaias de Deus - Imagens aéreas


"A vida do homem se compara a uma corda esticada numa ponta está o nosso animal primitivo que todos somos em princípio... na outra ponta está o super-homem aquilo que aspiramos ser, mas se olharmos a corda em toda sua extensão percebemos que ela está esticada entre dois pontos sobre um abismo... o desconhecido em nós mesmos" Gilberto Alves. BESTOFALLMASTERGIL.BLOGSPOT.CO​M - Baseado em Friedrich Nietsche "Also Spracht Zarathusthra e Das Super Meiner.

domingo, 3 de julho de 2011

sábado, 3 de abril de 2010

Sentindo a Lua


Prata no céu, o vento que me invade a alma, um silêncio ensurdecedor de sua voz...
Meu mundo não é azul apenas, não vivo um conto de fadas, o amor que sinto me inspira mais do que a um simples e totalmente complexo eu te amo.
São mais que frases, é mais que fase, é vivo, eterno.
O sangue me percorre cada cm desses intrínsecos caminhos do meu organismo vivo.
Sou intenso e por assim ser te convido para um mundo totalmente diferente.
Cada um tem sua história, sua maneira de encarar a vida, os sonhos, mas respeito tua vontade que me cala, que me faz suar frio, engraçado dizer...
Quando fecho os olhos sim eu penso em você
Pensei daqui a 6 meses e vi você ao lado, um sinal, um caminho, sei lá, não quero explicar, meu momento é só o de deixar a correnteza seguir seu fluxo.
O bom de tudo é não rimar, não existe esse motivo, talvez um dia nossos olhos se cruzem no mesmo brilho que carrego na alma.
Talvez um dia sejamos somente eu e você.
Talvez
Mas enfim, retornei os olhos ao céu, lá estava a lua, brilhando, calma, percebi que não importa o que aconteça, ela sempre estará ali, no mesmo lugar, linda, prateada.
Acalmei meu ser, percebi que nossa história não termina assim, não termina ali e não termina nunca.
A vida é tão complexa, viemos de histórias que de tão diferentes nos tornamos tão iguais.
Iguais, sempre
E concluindo com um dos meus poetas preferidos, tornar o amor real é expulsá-lo de você para que ele possa ser de alguém!

O Valor das Coisas Simples

terça-feira, 27 de abril de 2010
O Valor das Coisas Simples

Procuro um sorriso sincero, um olhar direto e palavras simples.
Procuro dedicação, respeito, certeza
Procuro um sim ou um não mas nunca um talvez
Do que poderia ter sido e não foi.
Uma história terminada por erros meus pois se fossem meus os acertos a pouca história escrita não teriam palavras.
Procuro quem procura igual
Procuro seu toque no meio da noite, sentir tua mão segurando a minha
Teu corpo colado ao meu
E um, apenas um sonho igual.
Procuro seguir o mesmo caminho
O mesmo destino mesmo estando em pontos diferentes dessa estrada.
Enfim, o que poderia ter sido poderia ter sido mais, poderia ter sido direto.
Jamais quero mudar o jeito de outro alguém, quem vier ao meu lado, esse alguém que eu procurei, venha inteiro, metade de você eu não quero.
Só uma parte não me satisfaz
Quero intensidade, nos gestos, nas palavras e nos sentimentos.
Se assim não for, o que tanto procurei, eu ainda não encontrei.
Postado por sky life às 06:41